sábado, 9 de agosto de 2008

Coisas que desaparecerão do nosso convívio até a metade do século

O globo on-line publicou em 04/08 no caderno especial globo digital uma matéria intitulada as tecnologias que vão mudar nossas vidas até a metade do século, onde há uma lista das coisas que desaparecerão do nosso convívio a partir de 2011 entre outras estão: busca baseada em texto, e-mail (fiquei pensando o que substituirá), blogar (atenção probloggers), web 2.0, Microsoft, Google e até a morte (ai).
São visões futuristas e, lógico, não podem ser levadas tão a sério, eu até arriscaria um palpite e incluiria na lista o despertador tradicional (trimmmm) e as agendas de papel.
E você arrisca um palpite?


3 comentários:

Osc@r Luiz disse...

Sim... Como biólogo eu diria que todo e qualquer combustível fóssil já terá se esgotado até 2011. Num planeta em que até um cara como eu tem carro, isso será inevitável...
Gostei do seu blog. Tem até cheirinho de novo.
Seja bem vinda aos meus sempre que quiser.
Um beijo!

Catarino disse...

Você que gosta de música, como dizia a Elis "O novo sempre vem" , temos que estar preparado, só que as mudanças ocorrem todos os dias.
Vim conhecer seu blog por meio do seu recado no dihitt.
Se quiser visitar o meu é www.blogdocatarino.com

berenice disse...

Muito interessante este post Maria. Deveria ser uma enquete muito dinâmica.

Não sei, mas acho que as coisas na verdade não desaparecerão, mas se transformarão. Claro, algo como combustível fóssil (demais o comentário do Oscar!), terá mesmo um fim, mas tantas coisas já disseram que seria dispensado e não foi, ainda. Como o livro tradicional que convive muito bem com o e-book.

Este post merece uma discussão maior e mais acalorada!

Bjs
Berenice